A Casa do Penhasco

Uma série de acidentes misteriosos contra Nick Buckley começam a ocorrer. Ninguém acredita no que ela diz, mas de qualquer modo nenhum dos moradores ou visitantes de Saint Loo, nem mesmo ela, se preocupam com isso. Até que um quarto acidente acontece, e esse foi necessário para convencer Nick de que alguém quer matá-la. Mas nessa última tentativa houve uma testemunha: Hercule Poirot. Juntamente com seu fiél amigo Hastings, Poirot entra no caso.


Personagens

Amy Vyse – Mãe de Nick que morreu quando a filha ainda era criança.

Bert Croft — Australiano que vivia no chalé próximo à Casa do Penhasco. Tinha facilidade de acesso à casa, mas nenhuma razão para matar. Era um belo homem, apesar da calvície e da idade avançada. Sua forma física era soberba. O rosto, um pouco gordo, parecia um tanto caído. O que chamava atenção nele era o olhar penetrante, nos olhos azuis.

Capitão Hastings — Companheiro sempre fiel do grande Poirot. Chegou a pensar que os poderes de seu velho amigo estivessem chegando ao fim em A Casa do Penhasco. Já teve malária.

Charles Vyse – Primo de Nick. Era a única pessoa que teria lucro financeiro, mas a casa velha e sem valor que receberia como herança não justificava um assassinato. Um jovem pálido e correto, levava muito a sério suas responsabilidades de advogado de sua prima Nick. Era apaixonado por Nick Buckley.

Dr. Graham – Médico citado por Ellen.

Dr. MacAllister – Psicanalista. Tio do Comandante Challenger.

Edith – Espécie de enfermeira da Sra. Croft.

Ellen Wilson — Sendo a misteriosa empregada da misteriosa Casa do Penhasco, ela teria tempo de sobra para encenar os acidentes que perseguiam sua patroa, porém, ela seria prejudicada com a morte da Senhorita Nick. Sabia muito mais do que queria revelar a respeito da atmosfera maléfica que rodeava a velha propriedade dos Buckley. Tem um filho. É casada com o jardineiro. Não tinha motivo algum para tentar assassinar Nick, a não ser que o ódio possa ter nascido de algum incidente desconhecido.

Frederica (Freddie) Rice – embora nada a associasse aos atentados, a melhor amiga de Nick não estava realmente no lugar onde disse que estava no momento de cada acidente. Tinha um rosto de Madona fatigada e um passado de sofrimento. Usava os cabelos louros quase sem cor, repartidos no meio, em coque sobre a nuca e cobrindo as orelhas. Seu rosto era pálido e macilento, porém curiosamente atraente. Teve uma vida miserável. Casou-se com um homem que andava sempre bêbado, tomava drogas e era homossexual, e com isso acabou se separando.

George Challenger – o atraente oficial de marinha estava apaixonado por Nick. Como poderia desejar sua morte? Sua educação e modos de velha guarda ganharam a confiança de Hastings e afastaram a jovem e moderna Nick. Estava no Majestic com Nick. Era um rapaz alto, claro, refinado, com o nariz um pouco largo. Tinha um ar arrogante e a voz arrastada, mas o que mais desagradou Hastings foi a sua polidez exagerada.

Georges – Camareiro de Hercule Poirot. Um homem admirável, porém sem nenhuma imaginação.

Gerald Buckley – Irmão de Nick Buckey que morreu em um desastre de automóvel.

Giles Buckley – Pai de Maggie Buckley. Reverendo. Homem miúdo, de cabelos grisalhos, acanhado e simpático.

Harley Street – Tio de George Challenger. Médico.

Hercule Poirot — Sua vaidade sem limites só se podia igualar à sua infalível perícia como detetive particular. Falou uma vez em um caso com uma caixa de bombons, em 1893.

  • “Dizem a meu respeito: “Aquele é Hercule Poirot, o grande, o único! Nunca houve ninguém como ele e nunca haverá!” Pois bem, estou satisfeito. Nada mais desejo. Sou modesto”.

  • “Mas, meu amigo! Isto é tudo que sabe dizer sobre o grande Poirot? Vamos! Diga à senhorita que sou um detetive sem rival, inigualável, o maior de todos os tempos”.

  • “ Se ao menos você repartisse o cabelo no meio, Hastings, e não do lado, sua aparência lucraria imensamente. Haveria mais simetria. E seu bigode é uma desgraça! Se você insiste em usar bigode, que seja um bigode de personalidade. Um exemplo de beleza como é o meu.”

  • É claro que um detetive comum não poderia impedir o crime, mas o que adianta então ser Hercule Poirot, com um cérebro superior, se não posso fazer mais do que um detetive comum?

Hodd – Servente da clínica onde Nick estava internada. Não era muito inteligente, mas parecia honesto. Tinha 22 anos, era nervoso e assustado.

Japp – Inspetor da Scotland Yard. O caso não lhe pertencia, mas ele gostava de ajudar o velho amigo Poirot.

Jean Buckley – Mãe de Maggie Buckley. Era uma mulher de personalidade, alta e loura.

Jim Lazarus — Filho de um famoso negociante de quadros, dedicava mais tempo às mulheres e aos carros esportivos do que aos negócios da família. Estava com Nick no Majestic.

Magdala (Nick) Buckley — A jovem e irrequieta dona da Casa do Penhasco. Tentava ignorar que, por quatro vezes, escapara por pouco de morte violenta. É a última descendente dos Buckley. Tinha cabelos pretos e olhos azuis. Segundo Frederica Rice, é a maior mentirosa que Deus já colocou na terra! Possui uma pistola Mauser.

Maggie Buckley – A prima de Yorkshire cuja presença na Casa do Penhasco, segundo Poirot, poderia afastar o perigo. Tem olhos azuis.

Matthew Seton – Tio de Michael que morreu. Dizem que era louco varrido. Adorava pássaros e detestava mulheres. Era o segundo homem mais rico da Inglaterra.

Michael Seton – Aviador que ia dar a volta ao mundo. Desapareceu e depois ficamos sabendo que morreu.

Mildred (Milly) Croft/Milly Merton – Esposa do Sr. Croft. Inquilina de Nick. Doente, fica na cama o dia inteiro.

Mott – Mecânico que cuida do carro de Nick Buckley.

Nicolas Buckley – Avô de Nick Buckley, que teve seu apelido em sua homenagem. Ele era um velho mau, mas muito engraçado.

Phillip Buckley – Pai de Nick Buckey.

Sr. Whitfield – Procurador de Michael Seton.

Thimothy – Bisavô do tio avô de Nick Buckley.

Trevannion – Advogado que trabalha com Charles Vyse.

Weston – Coronel que estava cuidando do caso do assassinato. Seu medo era ter que chamar a Scotland Yard para ajudá-lo.

Willian Wilson – Jardineiro e marido de Ellen.

Wynnard – Advogado que trabalha com Charles Vyse.

Publicidade

Depois do Funeral

Todos da família Abernethie estavam presentes, no funeral do velho Richard, quando Cora Lansquenet, a mais jovem irmã dele, disse o que disse. “Mas ele foi assassinado, não foi?” Essa foi a frase que mexeu com a cabeça de todos.
E então no dia seguinte acontece o inesperado: a mulher é assassinada em sua própria casa. Todos os familiares se lamentam, mas dentro de cada um há a suspeita e o medo do próximo, sabendo que um assassino pode estar entre eles. Mas para acabar com essa tensão, Hercule Poirot entra em cena novamente.


Personagens

Alexander Guthrie – Amigo de Cora que veio visitar a casa depois do inquérito policial sobre a morte da amiga.

Andrews – Motorista da camioneta dos Correios.

Cora Abernethie Lansquenet – Irmã mais nova de Richard Abernethie que morava em Lytchett St. Mary, Berkshire. Tem 49 anos e é muito mais jovem que o irmão. Havia sido um imprevisto na família, pois nasceu quando sua mãe já estava com 50 anos. Por causa do parto, a mãe viera a falecer. Bastante espirituosa. Nunca fora uma moça muito atraente. Tornou-se uma mulher muito corpulenta e rebuscada na maneira de vestir! Antes que qualquer um da família pudesse investigar o passado de Pierre Lansquenet, Cora fugia com o sujeito para algum lugar onde não pudessem ser encontrados, e lá se casaram. Nunca fora de fingir. Era muito dada a falar fora de hora e em alguns momentos, chegava a ser inoportuna. Foi beneficiado pelo testamento de Richard Abernethie. Segundo Sr. Entwhistle, era uma mulher desequilibrada e excessivamente tola. Não suporta Maude Abernethie.

Coralie Abernethie – Esposa de Cornelius e mãe de Cora, Richard, Geraldine, Gordon, Leo e Timothy.

Cornelius Abernethie – Enderby Hall fora construída para ele. Havia sido um homem muito enérgico.

Dr. Barton – Médico de Timothy Abernethie.

Dr. Larraby – Médico de Richard Abernethie.

Dr. Penrith – Médico de Gregory Banks.

Dr. Proctor – Médico citado pelo Inspetor Morton.

George Crossfield – Filho de Laura. Ninguém nunca soubera muito a respeito dele. Apresentava-se como corretor. Trabalhava em uma firma de advogados (com uma fama pouco recomendável). Era um jovem de boa aparência, embora houvesse nele algo de suspeito. Não devia ter muito dinheiro. Foi beneficiado pelo testamento de Richard Abernethie. Havia puxado mais o pai do que aos Abernethie. Trabalha há bastante tempo na Queer Street. Aposta em cavalos, joga, mas não é muito entusiasmado por mulheres. Há motivos para se acreditar que estivesse lançando mão de dinheiro de clientes para investir em proveito próprio. É praticamente certo que a declaração de que no dia da morte de Richard Abernerthie esteve em Hurst Park seja mentirosa.

Georges – Empregado de Hercule Poirot.

Geraldine Abernethie – Irmã de Richard Abernethie e mãe de Rosamund. Bastante espirituosa. Falecida.

Gordon Abernethie – Homem morto na guerra. Irmão de Richard Abernethie

Gregory Banks – Era assistente de farmacêutico. Marido de Susan Abernethie. Jovem, de cabelos ruivos e um rosto pálido e enigmático, fisionomia indecifrável. Mostrava-se bastante inquieto. Era tão ofuscado pela personalidade brilhante de Susan que era difícil chegar-se a uma conclusão de como ele realmente era.

Hercule Poirot – Detetive Belga. Seu corpo era redondo e sua barriga era agradavelmente roliça. A cabeça tinha o formato de um ovo e o bigode era virado para cima de maneira atrevida.

“e, afinal de contas, é natural eu estar certo, é um hábito que tenho…”

Inspetor Morton – Inspetor encarregado do caso de Cora Lansquenet. Era um homem calmo, de meia-idade, com leve sotaque do interior. Esteve ligado ao caso Pangbourne.

James Parrot – Atual segundo sócio de Bollard, Entwhistle, Entwhistle e Bollard.

Janet – Empregada dos Abernethie. Era uma empregada mais antiga que, apesar das freqüentes e azedas discussões com Lanscombe, aliava-se a ele contra a nova geração representada por Marjorie.

Helen Abernethie – Esposa de Leo Abernethie. Segundo o mordomo, era uma mulher muito distinta. Não teve filhos. É descrita como uma mulher encantadora por quem o mordomo nutria respeito e simpatia. Tinha 52 anos aproximadamente e não havia se casado novamente após a morte do marido. Foi beneficiado pelo testamento de Richard Abernethie.

Lanscombe – Velho mordomo que no começo do livro está fechando as janelas de Enderby Hall. Tem quase 90 anos.

Laura Abernethie – Mãe de George. Irmã de Richard Abernethie. Casou-se com um sujeito meio suspeito. Havia sido uma completa tola em seus investimentos. Havia morrido há cinco anos e não deixara praticamente nada. Tinha sido uma moça muito bonita e romântica, mas sem qualquer tino para negócios.

Leo Abernethie – Irmão preferido de Richard Abernethie. Falecido. Não teve filhos.

Lloyd – Alguém que vai à Enderby Hall cuidar do testamento de Cora.

Lorde Edgware – Homem que foi assassinado. Citado por Poirot.

Marjorie – Cozinheira dos Abernethie. Era jovem, tinha 27 anos e representava motivo de constante irritação para Lanscombe, pois, de acordo com seu conceito, estava longe de ser uma cozinheira adequada. Segundo ele, não possuía dignidade alguma. Freqüentemente chamava a casa de “um respeitável velho mausoléu” e reclamava do tamanho da cozinha, copa e despensa, dizendo que “levava um dia inteiro para percorrê-las”. Estava em Enderby havia dois anos, e tinha permanecido porque, em primeiro lugar, o salário era bom; e, em segundo, porque o Sr. Abernethie apreciava sua comida. Cozinhava muito bem.

Maude Abernethie – O preto não lhe assentava bem. Uma mulher de aparência sensata e eficiente. Boa e devotada esposa para Timothy. Não tiveram filhos.

Michael Shane – Ator, casado com Rosamund Abernethie. Possuía cabelo louro e o aspecto um tanto cansado, apesar de ser descrito como bonito. Bastante conhecido em sua profissão. Dizem que a idéia que ele faz de si mesmo é muito melhor do que a que os outros fazem. Quer chegar ao estrelato e rápido. Gosta de dinheiro e está indo muito bem na carreira. No livro, se descobre que está tendo um caso com Sorrel Dainton, também atriz.

Mollie – Antiga cozinheira dos Abernethie. Estava grávida do jardineiro e Cora espalhou o segredo para todos.

Mortimer – Lanscombe diz que Richard Abernethie nunca se recuperou da morte de Mortiner, seu filho. Jovem simpático e honesto, forte e saudável. Não se casou. Contraiu paralisia infantil e morreu em uma semana.

Oscar Lewis – Michael Shane diz que saiu para almoçar com ele, mas ficamos sabendo que é mentira..

Pierre Lansquenet – Marido de Cora. Meio francês, se conheceram na Escola de Arte. Havia sido um péssimo pintor e ummarido não muito delicado. Falecido.

Richard Abernethie – Patrão de Lanscombe que morreu de repente. Tinha 68 anos. Era um bom patrão, segundo o mordomo. Segundo a Sra. Jacks, era respeitado por todos. Parece que nenhum dos parentes sentiu muito a sua morte.

Rosamund Abernethie Shane – filha de Geraldine Abernethie. Moça muito bonita, apesar de ter um rosto um tanto tolo. Trabalhava no teatro. Se casou com um ator, Michael Shane, mas não sabe nada a respeito do caso dele com Sorrel Dainton. Foi beneficiado pelo testamento de Richard Abernethie. Susan diz que é uma péssima atriz.

Rosenheim – Michael Shane saiu para se encontrar com ele (a).

Sorrel Dainton – Atriz que está tendo um caso com Michael Shane.

Sr. Cole – Homem mencionado por Susan Banks.

Sr. Dainton – Marido de Sorrel Dainton.

Sr. Entwhistle – Antigo sócio da velha e respeitada firma Bollard, Entwhistle, Entwhistle e Bollard . Era o testamenteiro de Richard Abernethie.

Sr. Goby – Homem pequeno, magro e encolhido. Sua aparência sempre havia sido confortavelmente apagada e agora era tão apagada como se praticamente não estivesse ali. Nunca olhava diretamente para alguém. Sua especialidade era conseguir informações com rapidez. No entanto, poucas pessoas o conheciam e muito poucos contratavam seus serviços. Hoje em dia, o Sr. Goby estava praticamente aposentado.

Sr. Pontarlier – Nome que Poirot usou para investigar o caso.

Srta. Entwhistle – Irmã do Sr. Entwhistle.

Srta. Gilchrist – Empregada de Cora Abernethie. Era uma mulher magra, sem viço, de cabelos curtos e grisalhos. Tinha um desses rostos indefiníveis que as mulheres muitas vezes adquirem por volta dos cinqüenta anos. Depois da morte de Cora, passa a ser empregada de Timothy Abernethie.

Sra. Jacks – Senhora que havia vindo dar uma ajuda com o funeral.

Sra. Jones – Senhora que, segundo a Sra. Gilchrist, sabe cuidar dos liróleos. Parece ser empregada de Maude Abernethie.

Sra. Lake – Senhora que ofereceu sua casa para que a Sra. Gilchrist passasse a noite.

Sra. Panter – Diarista de Cora Abernethie.

Superintendente Parwell – Está cuidando do caso do assassinato de Cora Lansquenet.

Susan Abernethie Banks – Filha de Gordon Abernethie. Esposa de Gregory Banks. Dizem ter mais personalidade e menos beleza que a prima Rosamund. Tinha cabelos escuros, olhos cor de avelã, quase dourados, e uma boca carnuda e atraente. Foi beneficiado pelo testamento de Richard Abernethie e pelo testamento de Cora Abernethie Lansquenet. Susan lembrava seu tio, Richard Abernethie. O formato da cabeça, a linha do queixo, os olhos fundos e pensativos. Possuía o mesmo tipo de personalidade dominante de Richard e a mesma clarividência e avaliação correta das coisas. Dos três membros da jovem geração só ela parecia ser feita da mesma fibra que criara a vasta fortuna dos Abernethie.

Timothy Abernethie – Irmão de Richard Abernethie. Está inválido. O Sr. Entwhistle suspeita que é apenas um hipocondríaco. Richard Abernethie era da mesma opinião. Foi beneficiado pelo testamento de Richard Abernethie. Segundo Susan, é quase um mito, pois quase ninguém o vê. Era um homem grande e com acentuada semelhança com seu irmão Richard. Muito sovina.

Coisas estranhas têm acontecido em Stonygates, antiga mansão de Carrie, velha amiga de Miss Marple. A casa vive repleta de pessoas, pois a família de Carrie é numerosa e, além disso, o lugar abriga uma escola-reformatório para crianças carentes e delinqüentes. Três crimes acontecem na mansão: o marido de Carrie sofre uma tentativa de assassinato, o enteado dela é morto e a própria Carrie quase é envenenada. Será Miss Marple capaz de proteger a sua amiga e ajudar a polícia a desvendar a identidade do criminoso?


Personagens

Ruth Van Rydock – Americana, alta, impetuosa, não parecia ter a idade que tinha graças a massagens e maquiagem, rica, interessada por tudo, nunca esperou muito dos homens. Irmã de Carrie Louise e amiga de juventude de Miss Marple.

Lavanelle – Costureiro citado.

Stephanie – Camareira idosa, cabelos grisalhos e boca franzida. Trabalha para Ruth Van Rydock há mais de 30 anos.

Carrie Louise – Loura grisalha, magra, baixinha, elegante e calada; parecia uma jovem tentando imitar uma velha. Aparentava viver nas nuvens, fora da realidade. Amiga de juventude de Miss Marple.

Terry – Ex-marido Ruth Van Rydock. Citado.

Julius – Ex-marido Ruth Van Rydock. Citado.

Eric Gulbrandsen – Primeiro marido de Carrie Louise, muito mais velho que ela; rico, trabalhava com filantropia.

Johnie Restarick – Segundo marido de Carrie Louise, safado, egoísta, preguiçoso, casou por dinheiro e queria viver na moleza. Fugiu com uma atriz. Se atirou com o carro num precipício ou foi acidente?

Lewis Serrocold – Baixo, personalidade marcante, excêntrico e maníaco por melhorar a vida alheia. Atual marido de Carrie Louise, casaram-se em 1938.

Grace Lamble – Atacada pelo pai com um martelo, em um surto de loucura. Citada por Miss Marple.

Coronel Lamble – Pai de Grace Lamble, teve um acesso de loucura.

Pippa – Filha adotiva de Carrie Louise. Linda, morreu de parto. Mãe de Gina.

Mildred Strete – Filha de Carrie Louise e Eric Gulbrandsen. Sem graça, rosto longo inexpressivo, cabelos grisalhos preso em coque, gorducha, fala sozinha. Próspera e digna. Viúva.

Marquês de San Severiano (Guido) – Marido de Pippa. Esportista bonito, italiano.

Cônego Strete – Marido de Mildred Strete, era 15 anos mais velho que ela e parecia sempre resfriado.

Alex Restarick – Elegante e bonito, irmão de Stephen Restarick, enteado de Carrie Louise.

Stephen Restarick – Bonito, moreno, magro descarnado, trabalha com arte dramática, irmão de Alex Restarick e enteado de Carrie Louise.

Gina Hudd – Lindíssima, neta de carrie Louise e casada com Walter Hudd. Todos se apaixonam por ela e ela sabe disso.

Edgar Lawson – Fala com interpretação dramática, patético, pálpebras trêmulas, personalidade insignificante. Doido. Tem complexo de inferioridade e inventa pais famosos.

Julliete (Jolly) Bellever – Mulher de idade, nariz arrogante, cabelos curtos. Enfermeira, dragão, cão de guarda, secretária, governanta e amiga de Carrie Louise.

Dr. Maverick – Jovem psiquiatra entusiasta, fala técnica, elegante, ar meio desumano e pincenez. Trabalha para Lewis Serrocold.

Fraulein Schiwich – Usava botas. Era uma anedota particular de Miss Marple e Carrie Louise, dos tempos de juventude. Citada.

Walter (Wally) Hudd – Fuzileiro naval americano com excelente folha, grandão, louro, cabelo escovinha, do meio oeste, sem dinheiro nem profissão. Casou com Gina em uma semana.

Jackie Flint – Adolescente-problema reincidente, rouba coisas. Citado.

Mr. Baungarten – Terapeuta ocupacional, trabalha para Lewis Serrocold.

Sir John Stillwell – Membro do Ministério do Interior aposentado, ex-chefe do Dr. Maverick, estimulou o projeto da Fundação Galbraith.

Mr. Selkirk – Carteiro distraído. Citado por Miss Marple.

Miss Moncrieff – Escrava da mãe inválida, quando se viu só, arranjou outra megera para cuidar. Citada por Miss Marple.

Christian Gulbrandsen – Enteado de Carrie Louise, 2 anos mais velho que ela. Homenzarrão de traços marcantes, jeito lento e metódico de falar. Principal curador da Fundação Galbraith.

Dr. Galbraith – Bispo de Cromer. Curador da Fundação Galbraith.

Mr. Gilfoy – advogado, curador da Fundação Galbraith.

Mr. Lacy – Terapeuta ocupacional da Fundação Galbraith.

Inspetor Curry – Voz e comportamento simpático, calmo, sério e meio humilde. Costumam cometer o erro de subestimá-lo. Muito competente. Desenhava gatos no papel enquanto pensava.

Superintendente Blacker – Conhecia Miss Marple e contou sobre ela a Curry. Citado.

Dr. Gunter – Médico de Carrie Louise. Citado.

Rose Glidson – Atriz que se julgava famosa. Citada.

Katherine Elsworth – Mãe biológica de Pippa, envenenou o marido e foi condenada.

Ernie Gregg – Interno da Fundação, especialista em arrombar fechaduras.

Arthur Jenkins – Interno, cotado como mal. Citado.

Don – Interno da Fundação Galbraith. Citado.

Guarda Dodgett – Auxiliar do Inspetor Curry.

Johnie Blackhouse – Engabolava-se perante os outros, dizendo que sabia segredos. Citado por Miss Marple.

Leonard Wylie – Filho de dentista, fingia beber para a clientela continuar com seu pai. Mas os clientes preferiram o Dr. Reilly. Citado por Miss Marple.

Sete da manhã. Ao acordarem, os Bantry encontram o corpo de uma jovem estendido sobre o tapete da biblioteca. Ela está com um vestido de noite e muita maquiagem, que agora mancha seu rosto. Mas quem é ela? Como foi parar ali? E qual é a sua ligação com outra adolescente assassinada, cujos restos mortais serão mais tarde encontrados numa pedreira abandonada?
Preocupados, os Brantry chamam Jane Marple para desvendar o mistério, antes que as más línguas entrem em ação…

“É difícil não se impressionar”
Times Literary Supplement


Personagens

Adelaide (Addie) Jefferson – uma mulher comum, a primeira vista. Voz agradável e cativante, lindos olhos castanhos claros. 35 anos, vestia-se simplesmente. Viúva de Mike Carmody e Frank Jefferson.

Albert Biggs – lavrador que encontrou um carro com defunto, incendiado.

Anderson – sitiante do Cel. Bantry que precisava de um telhado novo. Citado.

Arthur Bantry – ficou indignado com um cadáver em sua biblioteca e foi discriminado pela sociedade por isso.

Barry – perguntou por Ruby em uma carta. Citado.

Basil Blake – jovem arrojado para o vilarejo de St. Mary Mad, filho de uma amiga de colégio da Sra. Bantry. Decorador de ambientes de um estúdio de cinema, cabelos pretos lisos e roupas extravagantes. Mora com Dinah Lee, para escândalo da sociedade local.

Beatrice Hemiler – colega de Pámela Reeves.

Briggs – velho jardineiro aposentado de Old Hall. Citado.

Clara – empregada da Sra. Price Ridley.

Conway Jefferson – Ruivo grisalho, rosto sulcado de pregas vigoroso, bronzeado, olhos azuis brilhantes, marcado por sofrimento, mas não por fraqueza. Deficiente físico, anda em cadeia de rodas. Perdeu o filho, a filha e a esposa em um acidente de avião. A nora e o genro ainda o acompanham, mas estão cirando vida própria. Sozinho, decidiu adotar Ruby Keene. Não gosta de perder, nem que as coisas não sejam do seu jeito.

Coronel Melchett – Autoridade policial local de St. Mary Mead, tinha o hábito de puxar os fios do curto bigode ruivo e conhecia as habilidades de Miss Marple.

David Clement – bebe do casal Clement, que está engatinhando.

Dinah Lee – loira platinada, lábios vermelhos, cílios escurecidos. Mora com Basil Blake para escândalo da população local.

Dolly Bantry – esposa do Cel. Bantry, foi acordada de um sonho divertido com o anuncio que havia um corpo em sua biblioteca. Amiga de Miss Marple desde Os Treze Problemas.

Dr. Haydock – grande e espadaúdo médico local.

Dr. Metcalf – homem de idade madura, voz serena e agradável. Médico de Danemouth.

Duff – casal amigo do casal Bantry.

Edie – filha caçula da Sra. Chetty, roia unhas, tinha só dentes para fora e adorava coisas baratas. Citada por Miss Marple.

Edwards – senhor respeitável de baraba bem feita, elegante, criado de Conway Jefferson.

Florence Small – alta, cabelos claros, boca meio torta, olhos castanhos. Filha de um fazendeiro, era amiga de Pámela Reeves, a única a saber onde ela ia realmente.

Frank Jefferson – filho falecido de Conway Jefferson, marido de Adelaide, viúva de seu amigo Mike. Não sabia lidar com dinheiro.

General Henderson – andava com a empregada. Citado.

George Bartlett – magro, desengonçado, proeminente pomo de adão. Moço tolo que dançou com Ruby Keene, última pessoa a vê-la. Seu carro foi roubado, ele acha.

Griselda Clement – mulher do pastor.

Grousen – velho citado.

Henry Clithering – Comissário aposentado da Scottland Yard, amigo de Conway Jefferson, que o chamou para investigar o caso e de Miss Marple, a quem confia muito.

Hugo Mclean / Willian Dibblin – amigo que Adelaide Jefferson, apaixonado platônico há muitos anos, sempre na esperança de casar-se com ela.

Inspetor Harper – Policial de Danemouth que investiga o desaparecimento de Ruby Keene.

Inspetor Slack – homem forte de atitudes dinâmicas e franca desconsideração por quem não achava importante.

Jesie Galden – filha do padeiro, treinava para babá, casou com o filho do patrão e é uma boa esposa. Citada por Miss Marple.

Jessie Davies – colega de Pámela Reeves.

Josephine Turner – mais de vinte e menos de trinta anos, sua beleza depende mais de atavios que dela mesma, calma e atraente. Prima de Ruby Keene que lhe arranjou emprego. Tem uma mente astuta, limitada e prática.

Lílian Ridgway – colega de Pámela Reeves.

Lord Edgbaston – personagem do livro “A Pista do Palito de Fósforo Quebrado”, que Dolly Bantry esta lendo.

Lorrimer – mordomo do casal Bantry.

Major Bury – queria casar-se com uma viúva por 10 anos, e ela fugiu do casamento com o motorista. Citado por Miss Marple.

Margareth Jefferson – esposa falecida de Conway Jefferson.

Mark Gaskell – alto, irrequieto, fisionomia ousada. Simpático, mas não merecia confiança, falava demais e era jactancioso. Precisa urgentemente de dinheiro. Irá herdar mais dinheiro de Conway, caso nada de diferente ocorra.

Mary – empregada contida e autocontrolada do casal Bantry, que perdeu a linha ao encontrar o cadáver.

Mary Price – colega de Pámela Reeves.

May – namorada de Reg. Citada.

Mike Carmody – primeiro marido, falecido, de Adelaide Jefferson e amigo de Frank Jefferson.

Muswell – Motorista do casal Bantry.

Pamela Reeves – Bandeirante, um metro e cincoenta, 16 anos, cabelos castanhos preso em tranças. Está desaparecida.

Naylon – casal amigo do casal Bantry.

Pastor Clement – Pastor de St. Mary Mead.

Peter Carmody – filho de Adelaide, de um casamento anterior. 9 anos, aficionado de histórias policiais.

Policial Gregg – ajudou Albert Biggs.

Policial Palk – Tinha o hábito de ceder a vontade de pessoas importantes.

Raymond Star – aristocrata decaído, bela aparência, alto, esbelto, simpático, dentes brancos e rosto bronzeado. Moreno e elegante, muito popular no hotel. Instrutor de tênis e dança.

Rei Cophetua – Citado.

Reg – namorado de May. Citado.

Rosamund Gaskell – filha falecida de Conway Jefferson, casada com Mark.

Rosemberg – europeu central, citado.

Rosy Legge – verdadeiro nome de Ruby Keene.

Ruby Keene – dançarina, um metro e sessenta, loira platinada, 18 anos. Rosto fino e miúdo, queixo pequeno, dentes para dentro, nariz indefinível e olhos azuis. Usava sempre muita maquiagem. Quieta e meio tola.

Sargento Higgins – policial.

Selina Blake – colega de escola de Dolly Bantry, mãe de Basil. Citada.

Sil – Amiga de Ruby Keene do Palais de Dance.

Simmons – agente do Cel. Melchett.

Sr. Cargill – cobrava muito por seus concertos nas casa, mas sempre inventava uma desculpa para o preço. Citado por Miss Marple.

Sr. Badger – dono da farmácia que se encantou com a balconista.

Sr. Fideison – perguntou por Ruby Keene em uma carta. Citado.

Sr. Hartbattle – trocou a esposa pela empregada. Citado por Miss Marple.

Sr. Prescott – gerente do Hotel Majestic.

Sra. Barnard – 35 anos, está na lista de pessoas desaparecidas, mas na verdade fugiu com outro homem e só seu marido não sabe. Citada.

Sra. Badger – mulher do Sr. Badger.

Sra. Buny – faixineira fofoqueira de Basil Blake

Sra. Chetty – mãe de Edie. Citada por Miss Marple.

Sra. Eccles – cozinheira do casal Bantry.

Sra. Hartbattle – foi trocada pela empregada, pelo marido. Citada por Miss Marple.

Sra. Martin – nova professora local, dava aula para Tommy Band.

Sra. Palk – mulher do policial Palk.

Sra. Partridge – Miss Marple não a deixou fazer a coleta para a Cruz Vermelha. Citada por Miss Marple.

Sra. Price Ridley – uma das fofoqueiras locas de St. Mary Mead, viúva rica e autoritária, perdeu o filho na guerra.

Sra. Sanders – cabelos castanhos e olhos azuis, 36 anos. Esta na lista de pessoas desaparecidas.

Srta. Hartwell – timbre de voz muito baixo, costumava visitar o pobres, que não gastavam nada disso. Uma das fofoqueiras de St. Mary Mead.

Srta. Hartottle – balconista do Sr. Badger, não levou a melhor.

Srta. Wetherby – solteirona impertinente de nariz comprido, uma das fofoqueiras de St. Mary Mead.

Thompson – substituiu Bantry no Conselho de Radfordshire.

Tommy Band – moleque travesso. Citado por Miss Marple.

William Booker – construtor de idéias modernas para o padrão do vilarejo.

Gossington Hall é agora habitada pela famosa atriz Marina Gregg, junto com seu marido. Pelo que aparenta, ambos estão muito felizes vivendo juntos no local. Até que acontece uma tragédia.
Em uma tarde, durante uma reunião de famosos e amigos na casa da atriz, Heather Badcock, grande fã da anfitriã, morre envenenada. Mas pelo que parece, a dose foi administrada para Marina Gregg. Miss Marple estrela este romance policial, e começa não fazendo uma busca ao assassino, e sim um estudo da natureza humana.



Personagens

Laycock – Jardineiro de Miss Marple, vinha três vezes por semana e fazia, sem dúvida, o melhor que podia. Mas o que ele considerava o máximo (e que não era muito), correspondia às suas próprias idéias e não às de sua patroa.

Barnes – Verdureiro, muito antigo na cidade. Citado.

Mr. Tom – Tinha uma loja de cestas, em St. Mary, onde hoje é um Supermercado. Citado.

Giles – Fazendeiro ex–dono dos prados onde agora é O Desenvolvimento.

Amy – Retardada mental, ex–empregada vinda do Orfanato de St. Faith. Citada por Miss Marple.

Clara – Ótima empregada , vinda do Orfanato de St. Faith. Citada por Miss Marple.

Alice – Ótima empregada, vinda do Orfanato de St. Faith. Citada por Miss Marple.

Miss Knight – Dama de companhia de Miss Marple. Era grande, um tanto balofa, com cinqüenta e seis anos e cabelos cinza–amarelados, arrumados com esmero, óculos, um nariz comprido e fino e abaixo dele uma boca bem-humorada e um queixo fraco. Falava tudo no plural. Adorava fazer compras.

Mrs. Wisley – Dona da loja de lãs. Citada.

Emily Water – Cérebro de passarinho. Quase se casou com um cura e depois de um relacionamento de vários anos o caso tinha malogrado. Enfermeira. Citada por Miss Marple.

Carry Edwards – Citada por Miss Marple.

Edward Leeke – Um palavreado selvagem, mas nada ameaçador; um belo garoto. Citado por Miss Marple.

Josh Bedwell – Citado por Miss Marple.

Gregory Binns– Não irá muito bem. Citado por Miss Marple.

Lily Price – Noiva de Harry que Miss Marple viu querendo comprar uma casinha, a quem deu um conselho.

Harry – Noivo de Lily Price.

Gladys Dixon – Uma garota gorda com um rosto comum, bochechas vermelhas, vizinha de Cherry Baker. Trabalhava na cantina do Estúdio de Marina Gregg.

Arthur Badcock – Era um homem magro e pálido e que falava devagar. Parecia uma coisa mastigada. Bonito, mas molhado.

Heather Badcock – A voz era alta e amigável. Uma mulher forte e roliça, com cerca de quarenta anos, cabelos castanhos começando a ficarem grisalhos, olhos azuis e uma boca grande e generosa, que ao olhar esgazeado de Miss Marple pareceu estar muito cheia de brilhantes dentes brancos. Não há nada que a faça desistir. Ela sempre sabe o que fazer. Infatigável secretária da Associação. Nunca pensava em ninguém exceto nela. Amável, boa. Um tipo de mulher muito cansativo. Entusiasmada a respeito de tudo, um pouco dada ao exagero e efusiva demais.

Coronel e Mrs.Clithering – Convidados de Marina Gregg.

Joshua Grice e esposa – De Lower Farm, citados, convidados da festa de Marina Gregg.

Donald McNeil – Do jornal Herald & Argus, de Much Benham, presente a festa de Marina Gregg. Era um jovem amigável, de cabelos vermelhos.

Miss Lola Brewster – estrela de cinema americana foi casada com o terceiro marido de Marina Gregg que pediu o divórcio para se casar com ela. Não foi um divórcio amigável. Muito bonita ainda de uma maneira luxuriante, um pouco passada, mas ainda gostavam daquele jeito. Boca generosamente pintada, e grandes olhos castanhos.

Eddie Groves – Casou com Lola Brewster após o divórcio dela, levou um tiro dela num ataque de fúria. Citado.

Giuseppe – Mordomo italiano de Marina Gregg. Terrivelmente simpático. Olhos chamejantes. Tem um gênio horrível.

Margot Bence – Fotógrafa. Era uma garota magra, toda cotovelos e ângulos, mas tinha uma figura interessante. Uma pesada cortina de cabelos pretos caía de cada lado do rosto. Parecia suja e com um aspecto doentio e não particularmente atraente. Mas havia caráter ali. Nasceu na Inglaterra, mas foi educada na América.

Hedda Gabler – Personagem dramática citada.

Alfred – Segundo filho da velha Mrs. Pike, parecia perfeitamente racional e normal. Quase dolorosamente prosaico, mas, na verdade, tinha um psiquismo profundamente anormal, ou pelo menos eu entendi assim. Positivamente perigoso. Citado

Mrs. Pike – Citada.

Florence – Antiga empregada de Miss Marple, fiel e competente, estava pelo menos com sessenta e cinco anos. Citada.

Mr. Upshaw – Revelou um segredo.

Caroline – Prima citada por Miss Marple

Gerald French – Ele teve um passado infeliz. Citado por Miss Marple.

Alfred Beadle – 1º marido de Marina Gregg. Não se teve mais notícias dele.

Richard Hughes – Autor brilhante, citado.

Mrs. Craddock – Citada, mãe de Craddock.

Lauriston – Casal citado.

Mr. Burroughs – Telefonou e disse que pretendia falar com Mr. Elvaston

Mr. Elvaston – Mr. Burroughs telefonou e disse que pretendia falar com ele.

Lady Conway – Esquecida algumas vezes. Nunca reconhece seus parentes e manda-os embora. Citada.

Rod – É fazendeiro em algum lugar do Meio-Oeste americano. Filho adotivo de Marina Greg. Ninguém sabe onde ele está.

Angus – disse que ia entrar para o teatro. Filho adotivo de Marina Gregg. Ninguém sabe onde ele está.

Jim Baker – um gigante louro e bem apessoado, marido de Cherry Baker.

Hartwell – Casal, vizinhos de Cherry Baker, citados.

Barnaby – Casal, vizinhos de Cherry Baker, citados.

Michael – Sobrinho de Jim Baker, citado.

Mrs. Meavy – Citada.

Briggs – Ele vai cuidar do jardim do Dr. Sandford. Citado.

Major Smith – Citado.

Bertie Jones – Citado.

Marina Greg – Com aproximadamente 50 anos, não é mais uma jovem, mas sempre foi uma atriz maravilhosa. Teve uma crise nervosa séria depois de um de seus divórcios. Alta, magra e esbelta e o formato de seu rosto e da cabeça possuíam algo da beleza associada à Greta Garbo. Ela trouxera mais personalidade que sexo aos seus filmes. A maneira súbita de virar a cabeça, o modo de abrir os olhos maravilhosos e profundos, o leve tremor da boca, tudo isso é que transmitia a sensação de uma beleza estonteante, que provém não da regularidade de traços, mas de uma mágica da carne que pega o observador desprevenido. Ainda possuía esta qualidade, só que não muito aparente. Como muitas atrizes de cinema e teatro, tinha o que parecia ser um hábito de mudar de personalidade quando o desejasse. Podia retrair–se, ficar tranqüila, gentil e desinteressante para um fã ansioso. Não aparentava a idade, a linha admirável das maçãs do rosto e do queixo, o cabelo caía solto e natural, emoldurando a face. Os grandes olhos verde–mar, os cílios espessos, devendo alguma coisa à arte e mais à natureza, a doçura e vivacidade do sorriso, tudo tinha uma mágica sutil.

Ella Zielinsky – Secretária de Jason Rudd; por volta dos trinta e cinco anos, parecia respirar autoconfiança. Tinha o cabelo preto curto e uma testa ampla. Enormes óculos de aros de chifre. Queixo determinado, um talhe que poderia ser bastante voluptuoso se ela permitisse, uma boca áspera, ávida.

Mr. Sampson – O homem mais velho de St. Mary Mead, sustentando orgulhosamente que tinha noventa e seis anos embora seus parentes insistissem que estava apenas com oitenta e oito, pernas reumáticas e uma bengala. Citado.

Hailey Preston – Era uma espécie de relações públicas ou assistente pessoal ou secretário particular, ou, mais provavelmente, uma mistura dos três, trabalha para Jason Rudd. Ele falava. Falava livremente sobre tudo, sem muita modulação e conseguindo miraculosamente não se repetir muito freqüentemente. Era um jovem agradável, ansioso para que suas opiniões e reminiscências fossem compartilhadas por qualquer pessoa em cuja companhia estivesse.

Pangloss – Médico. Citado.

Jim Galbraith – Um dos rapazes do jornal de St. Mary Mead, fotógrafo.

Ardwyck Fenn – Figurão. Um grande empresário de televisão e cinema. Um homem moreno, constituição sólida, olhos astutos atrás de lentes grossas, mandíbula e queixo pesados.

Lynette Brown – Atriz que pegará o papel de Marina Gregg em caso de quebra de contrato. Citada.

Johnny Jethroe – Jovem com cabelo exuberante e uma face rosa e branca, amigo de Margot Bence.

Jane – Auxiliava Margot Bence com suas fotografias de moda.

Elsie – Modelo fotográfico, magra, tinha um traseiro adorável.

Maurice Gilchrist – Médico, tem muita reputação. Trata de Miss Gregg há muitos anos. Não tinha maneiras suaves nem aparência teatral, um homem áspero, direto e objetivo. Os cabelos castanhos eram espigados e tinha olhos argutos e observadores.

Mrs. Allcock – uma mulher gorda que respirava ofegantemente, casada com o Conselheiro Allcock.

Conselheiro – citado.

Vigário – Um homem magro e ascético, parecia perdido e ligeiramente confuso.

Robert Truscott – Ator , ex-marido de Marina, só durou quatro anos.

Isidore Wright – Autor teatral. Ex–marido de Marina. Casou–se e vive na Flórida.

Jenny – Cabeleireira, trabalha para Mrs. Jameson. Citada.

Mrs. Jameson – Depois de muitos anos dirigindo um salão de cabeleireiros, tinha-se firmado a ponto de acompanhar os novos tempos mudando o nome de sua loja para “DIANE – cabeleireira estilista”.

Crippen – Conhecido assassino. Citado.

Alderman – Convidado de Marina Gregg. Citado.

Haigh – Assassino que picou todo mundo e colocou no ácido, dizem que ele não poderia ser mais encantador. Citado.

Jason (Jinks) Rudd – A impressão inicial era de extrema feiúra. Tinha olhos atraentes. Duas poças fundas e tranqüilas; a face era distintamente irregular, quase comicamente desproporcional. O nariz projetava–se para cima numa saliência, e pintado de vermelho seria como o nariz de um palhaço, de quem tinha também a grande boca triste. Não se saberia dizer se ele estava furioso naquele momento ou se dava a impressão de estar sempre enfurecido.

Inch, filho (A Maldição do Espelho) – 45 anos, filho do velho Inch, trocara os taxis puxados a cavalos por automóveis.

Inch, pai – Antigo taxista de St. Mary Mead. Um homem com setenta e tantos anos, e uma alegre cara vermelha; fora proprietário de dois táxis que ficavam na estação local. Citado.

Bardwell – comprador dos taxis Inch do filho de Inch. Citado.

Roberts – comprador dos taxis Inch de Mr. Baldwell. Citado.

Sandford – Médico, sócio do velho Dr. Haydock.

Frank Cornish, Detetive-Inspetor – Não há descrição alguma dele.

Mary Bain – Era uma mulher morena, de feições marcantes e cerca de quarenta anos. Sua cor de cigana combinava com os cabelos e olhos escuros. Havia alguma coisa singular com os olhos. Davam a impressão de estarem atentos.

Sims – Médico de Heather. Citado.

Conselheiro Allcock – Colega Mr. Badcock.

Tiddler – É um bom homem e mais, é também um fã de cinema.

Harry Simpson – Citado.

David Jones – Citado.

Mrs. Meavy – Trabalha para Mrs. Bantry, mora no Desenvolvimento

Alison Wilde – Muito bonita. Delicada, saudável, cheia de vida. Tinha tanta certeza dos seus pontos de vista que nem sempre podia perceber como as outras pessoas iriam reagir ou serem afetadas por eles. Citada por Miss Marple, nunca pensava em ninguém exceto nela.

Joel Roberts – Ator. Citado.

Mary Hooper – Morena, arruinou seu casamento. Citada por Miss Marple.

General Barnstaple – Velho de Much Benham praticamente gagá. Citado.

Florrie West – Trabalha no Biddle & Russel, negócios imobiliários e avaliação com Mr. Badcock; tem adenóides

Miss Grundle – Tem pelo menos cinqüenta anos e é lisa como uma estaca; trabalha no Biddle & Russel, negócios imobiliários e avaliação com Mr. Badcock.

Lady de Shalott – Ela vigiava Camelot. Personagem do poema homônimo de Alfred Tennyson. Citada.

William (Tom) Tiddler, Sargento-Detetive – Trocadilho com Tom Tiddler, personagem de uma história de Charles Dickens.

Uma gincana de “Caça ao Assassino” é programada por Ariadne Oliver, a conhecida escritora de romances policiais, para que fosse uma das atrações de uma festa na casa de George Stubbs. O jogador deveria seguir as pistas até chegar ao corpo da vítima. Mas de imaginação, a história vira verdadeira. Marlene Tucker, a menina que seria o cadáver, é realmente assassinada. Porém quem poderia ter feito algo como este? Claramente ela não tinha inimigos e não havia um porquê do seu assassínio. Mas Hercule Poirot vai fundo nesta história e descobre motivos o bastante para o crime.


Personagens

Alec Legge – Marido de Sally Legge. Um rapaz alto, com o rosto todo descascando devido a queimaduras de sol, tinha um sorriso amável.Em certas ocasiões ele ficava nervoso, mal-humorado e angustiado, comportamento um tanto esquisito, parece que guarda algum segredo. Gosta de tranqüilidade e sai as vezes para caminhar sozinho, como modo se livrar do stress.

Amanda Brewis Uma espécie de secretária-governanta, que administra e escrevia cartas para George Stubbs – muito severa e eficiente. Sempre clara e objetiva nas suas conversas. Mulher vigorosa, calma, prática, não era muito emotiva,.nutre uma enorme paixão pelo seu patrão. “Era uma mulher com aspecto sóbrio e eficiente, de quarenta e tantos anos, com atitude enérgica, mas amável”.

Amy Folliat – Muito receptiva, enigmática, apesar da fragilidade de sua aparência, tinha um lado implacável. É uma mulher forte que atravessara muitos problemas, perda de sua casa, perda da saúde, e a morte de seus filhos. Mora no antigo pavilhão de caça. A família de seu marido era proprietária de Nasse, antigamente, mas todos os membros morreram, ou perderam a vida na guerra, e havia muitos impostos de transmissão a pagar, de modo que o último herdeiro vendeu a propriedade, que hoje tem como proprietário George Stubbs.

Ariadne Oliver – Escritora de renome, ficou encarregada de planejar a brincadeira “Caçada ao Assassino” . Possui cabelo grisalho e despenteado, um perfil aquilino, esquisita e excêntrica. Ela é meio desastrada, adora maçãs e possuí uma intuição formidável, por causa de uma de suas intuições que Poirot é intimado por ela a ir para Nassecombe, onde segundo ela ,um crime será cometido.

Superitendente Baldwin – Homem grande de aspecto descontraído.

Detetive Inspetor Bland – Já conhecia Poirot de outros tempos, mas faz 15 anos que não o via, a ultima vez que se encontraram foi em um caso de homicídio. Bland é um profissional impetuoso, é o inspetor responsável pelo caso de Nasse.

Connie Masterton – Mulher do representante local do Parlamento, tem uma boa capacidade de organização e possuía uma boa percepção das coisas. Foi ela quem convenceu Sir George a fazer a festa na mansão Nasse. Era uma mulher monumental, que fez lembrar ligeiramente a Poirot um sabujo. Tinha um maxilar grande, saliente, e olhos grandes, tristes, meio injetados.

Dr.Cook – Médico que examinou o corpo da vítima da festa.

Etienne de Souza Jovem moreno, machista, arrogante e convencido. Primo de Lady Stubbs , chegou num cruzeiro de férias visitar a prima que não via a catorze anos.

Frank Cottrell – Esperto, eficiente sargento , um jovem ativo, com uma boa opinião de si próprio que conseguia aborrecer seu superior.

George Stubbs – É dono da propriedade onde ocorreu a festa e a brincadeira de “Caça ao Assassino” . Rico, plebeu e terrivelmente estúpido para tudo que não se refira a negócios, mas inteligentíssimo em seu setor. . Possuí uma enorme fortuna. É esposo de Lady Stubbs, atende a todos os caprichos desta, pois odeia desapontá-la. “Homem alto, com um rosto vermelho e um tanto imponente, e uma barba meio inesperada. Suas maneiras e a voz eram joviais, mas os olhos dele eram pequenos e astutos, de um azul-claro particularmente penetrante”.

Henden – Mordomo de George Stubbs.

Hercule Poirot – Homem baixinho de nacionalidade belga, possuía um grande bigode que dava uma aparência cômica a ele, é um detetive muito eficiente e inteligente que usava estranhos métodos para desvendar crimes, ele dizia que possuía células cinzentas e basta ativá-las com precisão que o crime se esclarecerá. Poirot tem a mania de arrumar tudo, gosta de objetos geometricamente perfeitos. Foi convocado por Sra. Oliver para Nasse onde segundo ela um crime seria cometido e ele era a pessoa mais apropriada para desvendá-lo.

Capitão Jim Warburton Tinha uma aparência ligeiramente cavalar, o olhar do capitão era irônico e divertido. Ele é o corretor dos Mastertons.

Lady Hattie Stubbs – Esposa de Sir George Stubbs, cerca de vinte anos mais nova que ele, bonita mas completamente idiota. Possuí deficiência mental. Dizem que ela se casou com George por dinheiro,e não pensa em outra coisa a não ser em sua aparência, roupas e jóias além de adorar chapéus, tudo financiado pelo seu marido. “Estava muito maquiada, de maneira exótica, pouco inglesa. A pele de um branco fosco e cinéreo, os lábios ciclame vivo, sombra de olhos aplicada abundantemente.Seus olhos tinha uma mirada de criança, quase vazia. e uma voz que soava meio infantil.”

Srta. Lemon – Eficiente secretária de Poirot.

Marilyn Tucker – Menina de cerca de onze ou doze anos. Era uma criança gordinha, com pequenos olhos azuis e uma beleza semelhante à de um porquinho. É irmã de Marlene Tucker e filha da Sra. Tucker.

Marlene Tucker – irresponsável camponesa, tinha 14 anos , foi escolhida para se fingir de morta no jogo da caçada ao assassino. Mora com os país em uma casinha perto do cais. Não era muito atraente, e tinha muitas idéias estranhas.Espionava as pessoas, vendo coisas que não deveria ter visto, e adorava fazer chantagem.

Merdell – Senhor de 92 anos, cuida do cais, olhando os barcos ancorados e ajudando no estacionamento de automóveis. Pai da Sra. Tucker e avô de Marlene. Devido a idade avançada, poucas pessoas lhe davam atenção.

Delegado Merral – Tinha sobrancelhas irritáveis com pêlos longos e duros, que mais parecia um zangado Terrier. Mas seus comandados todos gostavam dele e respeitavam seu julgamento.

Michael Weyman – Arquiteto, jovem com boa aparência e um jeito boêmio de artista. Projetor do pavilhão de tênis de Sir George e responsável pelo conserto da Extravagância (construções caras e consideradas inúteis). Arrogante e nervoso, se revoltava com as idéias de construção do seu patrão George Stubbs. Andava por ai sempre se queixando de seu patrão, porém não podia fazer nada, pois ordens são ordens, mesmo contra sua vontade, ele aderia aos pedidos do Mr. George.

Robert Hoskins – Delegado de policia de Nassecombe, homem de mente inquisitiva, não gostava de estrangeiros.

Sally Legge – Moça atraente inteligente, com cabelos ruivos e rosto sardento, tinha uma voz aguda de soprano.Era pintora antes de se casar com Alec Legge. Atuou na festa como Madame Zuleika uma espécie de cartomante, onde em uma tenda fazia a leitura da sorte, uma das atrações da festa..

Sr. Tucker – Trabalhador rural, homem estúpido mas muito boa pessoa. Pai de Marlene e esposo da Sra. Tucker.

Sra. Tucker – Mãe de Marlene Tucker .Mulher magra com rosto estreito, cabelo loiro, fino e comprido e nariz pontudo. É muito severa, uma boa dona de casa, sabe, e mantém tudo muito limpo em sua casa.

Wilfred Masterton – Esposo da Sra. Masterton, é o representante local do Parlamento.Ele deve sua posição inteiramente à sua mulher. A Sra. Masterton é o poder por trás do trono. É ela quem tem toda energia, a iniciativa e a lucidez política.

Numa viagem pelo rio mais longo do mundo, no cruzeiro Karnak, a jovem milionária Linnet Ridgeway Doyle é assassinada em plena lua de mel a bordo de um luxuoso navio. Seu assassinato foi cuidadosamente planejado e para Poirot, isso seria quase uma afronta. Abandonando o que deveriam ser férias sossegadas, Poirot dirige uma investigação astuciosa com o auxílio de um amigo, o coronel Johnny Race e vai descobrir que quase todos os passageiros tinham motivos de sobra para cometer o crime, pois Linnet tinha facilidade em criar inimigos. Para aumentar a intriga e o suspense, sabemos que entre os passageiros do Karnack, se encontra um famoso assassino profissional, que é perseguido pelo Coronel Race, amigo de Poirot e sagaz agente do Serviço Secreto inglês. É um dos mais famosos livros de Agatha Christie.


Personagens

Ana Hartz – Mãe de Linnet Ridgeway e filha de Leopoldo Hartz.

Andrew Pennington – Alto, cabelos grisalhos, fisionomia inteligente, bem barbeado. Procurador de Linnet Ridgeway Doyle na América. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Era amigo do pai de Linnet.

Charles Windlesham – Homem que estava ceando com Linnet Ridgeway em Chez Ma Tante. Parece muito apaixonado por Linnet. Vai embora para o Canadá depois que ela se casa com Simon Doyle.

Cornelia Ruth Robson – Filha de Mrs. Robson. Moça alta, desajeitada e sempre obediente. Seus olhos eram castanhos e tinham a expressão submissa do olhar de um cão. É a parente pobre de Miss Van Schuyler. Para a mãe, sente não ter êxito na sociedade. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Seu endereço é The Red House, Bellfield, Connecticut. Miss Allerton conta que Cornelia está excitadíssima com toda a história do assassinato e que, provavelmente, foi a coisa mais diferente que aconteceu em toda a sua vida. Foi pedida em casamento por Ferguson, mas se casa com o Doutor Bessner.

Devenishes – Casal que está se divorciando.

Doutor Bessner – Homem gordo de bigodinho e cabeça quase rapada. Segundo Poirot, é alemão e gosta de sopa. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Casa-se com Cornélia Robson.

Fleetwood – Um homem alto e de aparência feroz. Um dos maquinistas do Karnak. Noivo de Marie, criada de Linnet Ridgesay Doyle. Tinha motivos para ter matado Linnet pois foi ela quem descobriu que este era casado e tinha filhos.

Guido Richetti – Arqueólogo italiano. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo e sua cabine era no tombadilho inferior e continha vários trabalhos sobre arqueologia, em diversas línguas; inúmeras roupas; loções para o cabelo, de perfume intenso; duas cartas – uma, de uma expedição arqueológica na Síria, e outra, pelo que parecia, de uma irmã que vivia em Roma. Tinha uma arma consigo, calibre 25.

Hercule Poirot – Detetive belga. Segundo Mrs. Allerton tem muita coisa interessante para contar. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo.

Jacqueline de Bellefort – Amiga de Linnet Ridgeway. Pequena, delgada e de cabelos negros. Estudaram juntas em um convento em Paris. Seu pai era um conde francês e a mãe, uma americana sulista. O pai fugiu com outra mulher e a mãe perdeu toda a fortuna no pânico de Wall Street. É descrita como muito inteligente. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Tentou matar Simon Doyle com uma pistola, mas só conseguiu atingí-lo pouco abaixo do joelho.

James Lechdale Fanthorp – Rapaz franzino, sobrinho de Willian Carmichael. É advogado. Sério, rosto simpático, desconfiado, mas inteligente. Quase não fala, mas ouve atentamente e observa tudo. Seus olhos não perdem nada. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Seu endereço é Glasmore House, Market Donnington, Northamptonshire. Sua cabine no Karnak era a estibordo.

Joana Southwood – Moça que estava ceando com Linnet Ridgeway em Chez Ma Tante. Parecia uma figura apagada. Tinha 27 anos, era alta e magra, possuía um rosto inteligente e suas sobrancelhas eram depiladas com originalidade. Prima de segundo grau de Tim Allerton.

Johnny Race – Coronel da Scotland Yard. Homem que possui rosto bronzeado. Estava no Karnak para prender um homem que já cometeu cinco ou seis assassinatos a sangue-frio.

Jules – Cozinheiro (a) e maitrê do Chez Ma Tante.

Linnet Ridgeway Doyle – Moça que tinha cabelos dourados e feições um tanto autoritárias. Riquíssima, era filha de Melhuish Ridgeway e de Ana Hartz. Herdou do avô, Leopoldo Hartz, imensa fortuna e é uma das moças mais ricas da Inglaterra. Tem 20 anos de idade e não está habituada a suportar coisas que lhe desagradam. Nasceu em junho. Estudou em um convento em Paris onde conheceu Jacqueline de Bellefort. Acaba se casando com Simon Doyle. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo.

Louise Bourget – Criada de Linnet que descobriu a patroa morta. Desapareceu no meio do livro e foi descoberta morta, com uma punhalada no coração, por Race embaixo de uma cama.

M. Gaston Blondin – Proprietário do elegante restaurante Chez Ma Tante. Não é um homem que desse a muitos dos fregueses a honra da sua companhia.

Marie – Criada de Linnet que iria se casar com um rapaz que trabalhava no Egipto. No entando, Linnet descobriu que este tinha mulher e três filhos.

Marie Van Schuyler – Mulher feia, americana que se julga dona do navio. É a arrogância em pessoa. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Miss Bowers diz que ela é cleptomaníaca, mas Poirot acha pouco provável. Sua cabine era perto da de Linnet Doyle.

Melhuish Ridgeway – Pai de Linnet Higdeway.

Miss Bowers – Miss Van Schuyler diz que sua companhia deixa muito a desejar. É descrita como uma mulher decidida e eficiente, logo após. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo.

Mister Ferguson – Comunista que se encontra a bordo do navio que subiria o Nilo, o Karnak.. Sua cabine era no tombadilho inferior e continha várias literaturas comunistas. O guarda-roupa não era muito vasto – as roupas de cima geralmente rotas e sujas, as de baixo, pelo contrário, de muito boa qualidade. Lenços caros, de linho. Poirot comenta que era interessante pela discrepância. Parece se importar somente com ele próprio. Pede Cornelia Robson em casamento. Na verdade, é Lord Dawlish e usou um nome falso devido às suas idéias avançadas.

Mister Pierce – Homem que Linnet diz que precisa ver por causa de alguns projetos. Na certa, é um arquiteto.

Monty – Velho que foi preso por estar dirigindo embriagado.

Mr. Burnaby – Proprietário de Three Crowns que fica encantado ao ver Linnet Ridgeway

Mrs. Robson – Mãe de Cornelia Robson. É a parente pobre de Miss Van Schuyler.

Mrs. Allerton – Senhora de cabelos brancos, de cinquenta anos, ainda bonita. Possuía olhos castanho escuros. Seu filho, Tim Allerton, diz que é uma ótima detetive, digna de competir com Hercule Poirot. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo e sua cabine era a estibordo.

Mistress Leech – Moça que não sabe falar espanhol. Mrs. Allerton prometeu que seu filho a levaria a polícia por causa do roubo do anel.

Ned Robson – Pai de Cornelia Robson que foi levado à ruína pelo pai de Linnet Doyle. Morreu de desgosto.

Portaligtons – Os Allerton estavam na casa desta famiília quando valiosos brilhantes foram roubados. No entanto, Tim Allerton diz que a mãe confunde sempre as coisas e que estavam lá quando descobriram que os brilhantes que ela usava eram falsos!

Rosalie Otterbourne – Filha de Mrs. Otterbourne. Era uns dez centímetros mais alta que Poirot e segundo Tim Allerton, tinha uma expressão carrancuda. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Se casa com Tim Allerton.

Rufus Van Aldin – Amigo de Miss Van Schuyler que já falara de Hercule Poirot com ela.

Rushington Smith – Poirot pergunta a Pennington se ele conhece essa família.

Salomé Otterbourne – Mãe de Rosalie Otterbourne. É escritora. Diz que não suporta nada que tenha álcool, mas depois descobrimos que bebe escondida de todos e está quase que diariamente embriagada. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Descobriu a identidade do assassino, mas foi morta antes que conseguisse falar.

Simon Doyle – No princípio do livro, é noivo de Jacqueline de Bellefort. É alto, forte, muito simples, infantil, adorável e pobre, segundo Jacqueline. Possui ombros largos e olhos de um azul profundo, cabelos castanhos ondulados, queixo quadrado e sorriso franco. A família é de Devonshire. Depois de romper o novado com Jacqueline, acaba se casando com Linnet Ridgeway que o conheceu quando este foi trabalhar como administrador da sua casa. Estava com a esposa no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo. Sua cabine era a estibordo.

Sir George Wode – Homem que nunca teve muita sorte com cavalos, segundo Mr. Burnaby.

Sterndale Rockford – Sócio de Andrew Pennington. Alto, cabelos grisalhos, fisionomia inteligente, bem barbeado.

Tim Alerton – Filho de Mrs. Allerton. Era um rapaz alto, magro, de peito franzino e cabelos negros. A boca tinha uma expressão suave, o olhar era tristonho e o queixo pouco firme. Tinha mãos longas e delicadas. Primo de segundo grau de Joana Southwood. Estava no Karnak, navio que fez sua viagem pelo Nilo e sua cabine ficava a estibordo. Se casa com Rosalie Otterbourne.

Toby Bryce – Homem que estava ceando com Linnet Ridgeway em Chez Ma Tante.

William Carmichael – Um dos sócios da Grant & Carmichael. Procurador de Linnet doyle na Inglaterra.

Lugares malditos, casas assombradas, mortos que se levantam das tumbas, amores funestos e pessoas que fazem pacto com o diabo são temas freqüentes na literatura inglesa. Agatha Christie segue a tradição com esta história ambientada em uma grande mansão rural, erguida numa região marcada por uma antiga maldição: o Campo do Cigano. Sob o efeito do lugar, Michel Rogers fica fascinado ao conhecer a dominadora Ellie. No ardor da paixão, os dois resolvem erguer ali sua casa, sem dar atenção às advertências de uma cigana que os aconselha a se afastarem para evitar a desgraça. Mas a morte marca sua presença na figura de um assassino que parece sentir prazer em matar, atraído pelo abismo da Noite sem fim.


Personagens

Andrew Lippincott – Chamado de tio por Ellie, mas não o é realmente, é seu principal tutor, fiduciário. É advogado de gande reputação. Homem idoso, seco e preciso. Alto e magro, de boas maneiras, sutil. Nascera em Boston e, pelo sotaque, não teria percebido que era americano.

Carson – Empregado da casa de Ellie e Mike.

Claudia Hardcastle – Moça alta, morena e simpática. Vive entre os cavalos, apesar de uma alergia que se manifestava por violenta febre de feno. Meia-irmã de Rudolf Santonix. Casou-se com um homem rico, anos mais velho, mas o casamento não deu certo. Torna-se grande amiga de Ellie.

Cora van Stuyvesant – Madrasta de Ellie. Absorvida em sua própria vida social e casos amorosos. Viaja muito. Casou-se quatro vezes, já, para ter mais e mais dinheiro em pensões. Tem cerca de 40 anos, mas parecia mais moça do que era. Tem cabelos pintados e maneiras bastante efusivas, de gostos extravagantes.

Dr. Shaw – Homem de idade, com aspecto bondoso, porém cansado. Médico, conhecido nas redondezas como “Shaw, o naturalista”. Calmo, bondoso e moderado.

Esther Lee – Cigana idosa, desajeitada, alta e de cabelos negros emaranhados. Maldosa, adora dinheiro. Tenta afastar todos do Campo do Cigano dizendo que dali não vinha nada de bom. Lê sorte, prevê futuro, acredita que pesa uma grande maldição sobre aquelas terras, porque seu povo dali foi expulso.

Fenella Guteman (Ellie) – Bonita, seu cabelo tinha a cor suave de uma folha de outono, sorriso brejeiro de mocinha. Órfã de pai e mãe, mora com a madrasta, de quem não gosta muito, e anseia por fazer 21 anos e se libertar da vida prisioneira que leva, cheia de dinheiro e idéias tradicionais. É uma das moças mais ricas dos Estados Unidos. Toca violão divinamente e canta numa voz suave, baixa e meiga como a de uma menina, muito agradável de ouvir. Tímida, porém muito entendida no ramo dos negócios, possui um incrível senso prático, autoconfiança. Adora montar à cavalo, mas como tem alergia, toma medicamento para o problema.

Frank – Marido da irmã do pai de Ellie. Pessoa muito instável que já se meteu em apuros financeiros uma ou duas vezes. Boa companhia, simpático e amável. Foi abandonado pela esposa e depois ficou viúvo. Corpulento, um pouco barrigudo e tinha papo debaixo dos olhos, o que lhe dava aparência de libertino, talvez não longe da realidade. Apreciava as mulheres e, mais ainda, as grandes oportunidades.

Greta Anderson – Muito bonita, alta, tipo nórdico de loura, cabelos cor de milho, enrolados em cima da cabeça, como na moda. Olhos de um azul brilhante e o perfil admirável. Tem grande competência para qualquer trabalho. Meio alemã, meio sueca, foi contratada para ensinar alemão para Ellie e se tornaram grandes amigas, pois Greta sempre a defendia e mentia para deixar Ellie sair e passear.

Joe – Tio de Ellie, era divertido, parecia violento, desses que o são por terem muito dinheiro. Morreu esmagado num carro.

Keene – comissário de serviço, honesto e sensato.

Major Phillpot – Era visto como um deus na cidade. Era um homem simpático, indefinível, perto dos sessenta anos, cabelos grisalhos, um tanto ralos em cima e pequeno bigode eriçado. Tinha uma aptidão especial para fazer as pessoas se sentirem à vontade. Entendido em móveis de estilo, pratarias, etc. Muito prestativo.

Michael Rogers (Mike) – Jovem de 20 anos, entendido de carros, bom motorista. Não se apegava aos trabalhos porque estava sempre à procura de emoções, mas os trabalhos que fazia, sempre os fazia bem-feitos. Alegre, ambicioso, sonha com uma linda casa construída por seu amigo Santonix, mas não tem idéia de onde tirar dinheiro para tal, já que é pobre. Em criança teve uma vida miserável, um pai bêbado e uma mãe que se escravizara para o instruir. Não se apega às mulheres, também, mas conhece Fenella, casa-se com ela e faz o possível para aprender tudo sobre a riqueza a que agora faz parte. É extremamente feliz ao lado dela.

Minnie Thompson – Herdeira do petróleo, fugiu e se casou com um guarda-vidas em uma praia, mas quase enlouqueceu depois que sua família ofereceu dinheiro ao guarda-vidas para ele ir embora de sua vida e ele aceitou.

Rudolf Santonix – Arquiteto, muito doente, tem as maçãs do rosto rosadas, mãos delicadas, mas fortes e os olhos excessivamente brilhantes quando pensa nas casas que fazia quando era saudável. Jovem, de tez muito clara, possui um rosto singular, algo torto, cujos lábios não combinam. Arrogante, às vezes até assustador. Trata seus clientes com grande impaciência, diz que é ele quem toma as decisões nas construções. Amigo de Mike, sonha em construir uma casa pra este.

Sr. Carey – de Shettelgroom, antigo dono do cavalo de Ellie.

Sr. Crawford – Inglês, enérgico advogado.

Sra. Corgi – Senhora curiosa das redondezas.

Sra. Phillpot – Esposa do major, inválida, esguia e graciosa. Seu assunto preferido era sobre suas doenças.

Sra. Rogers – Mãe de Mike. Alta e magra, cabelos grisalhos repartidos no centro, boca parecida com uma ratoeira e olhar eternamente desconfiado. Morava na mesma casa há 20 anos, num bairro bem simples e pobre. Parecia dura como unhas, porém tinha algo de brandura em algum ponto. Desejava que Mike fosse diferente do que era, que procurasse uma verdadeira profissão.

Stanford Lloyd – Fiduciário de Ellie, administra seus investimentos e faz coisas desse gênero. Banqueiro muito Cortez, bonito homem, apesar que não fosse jovem.

Wetherby – de Helminster, gosta de fazer pechincha. É construtor e participa do leilão de As Torres.

Willian R. Pardoe – Primo Reuben, chamado de tio por Ellie, parece boa pessoa. Alto e corpulento, de rosto grande, largo e bastante distraído, como se estivesse pensando em qualquer outra coisa, porém bastante atento, na verdade.

Uma jovem encantadora, filha de um milionário, é estrangulada com um pedaço de cordão preto em sua cabine no luxuoso trem azul, de onde desaparece uma jóia, dona de uma história repleta de paixão. A princípio, o assassinato parece ter sido obra de um ladrão comum, mas, como sempre, Hercule Poirot não acredita nesta hipótese e descobre que, entre os amigos da vítima, está um criminoso conhecido como “O marquês”. O estrnho era que todas as pessoas presentes no trem onde Mme. Kettering foi encontrada morta tinham motivos para assassiná-la. Seguindo esta única pista, Poirot, que agora vive aposentado na Inglaterra, tem que desvendar a identidade do assassino antes que o trem chegue na última estação.


Personagens

Abbot – Dono do armazém em St. Mary Mead.

Ada Mason – Criada de Ruth Kettering. Uma mulher alta, sempre vestida de preto. Viajava com a patroa no trem.

Albert Dykes – Menino do coro da igreja em St. Mary Mead. Queria participar do piquenique dos meninos do coro, mas Miss Viner, não queria dar dinheiro porque ele tinha passado o tempo todo chupando balas na cerimônia da igreja no domingo.

Alice – A empregadinha que foi se despedir de Katherine na estação com um buquê durinho de arame e chorou abertamente, dizendo que ninguém tinha sido mais bondosa para com ela quando o namoradinho deu o fora.

Antonio Pirezzio – Antigo namorado de Zia quando tinha dezesseis anos, ajudante da loja. Roubou um objeto valioso aproveitando-se da confiança de Zia. Foi ajudada por Poirot que recuperou e o tesouro de valor incalculável e evitou o escândalo, sem que o pai dela ficasse sabendo.

Armand de La Roche / Comte. De La Roche – Alto e moreno, de aparência um tanto presunçosa, um belo bigode negro. Bonitão e persuasivo, dotado de fatal fascínio para as mulheres . Vigarista, vivia às custas das mulheres que conquistava com promessas falsas ou chantagem. Sempre as senhoras da mais alta sociedade. Qualquer homem percebia que era um patife, mas as mulheres, não. Ele e Ruth planejavam se casar antes de Derek, mas o casamento foi impedido por Van Aldin, que conhecia o caráter do comte. Mas voltaram a se encontrar às escondidas e ela ia se encontrar com ele na França quando foi assassinada no trem.

Arthur Harrison – Médico em St Mary Mead. Grandão e de meia-idade, enérgico, foi o médico da Sra. Hafield e defendeu Miss Grey do golpe da Sra. Samuel Hafield, atestando que as faculdades mentais da velha Sra.Hafield estavam boas.

Boris Ivanovitch (M. Krassnine) – Russo. Magro, de aspecto desprezível, um homenzinho com cara de rato. Um homem que, por mais insignificante que pudesse parecer, desempenhou papel importante nos destinos do mundo. Num império onde reinavam os ratos ele era o rei dos ratos. Uma Embaixada aguardava a sua volta porém, antes, ele tinha negócios a tratar, os quais a Embaixada não tomava conhecimento.

Clotilde – Manequim que desfilou para Katherine no estabelecimento de alta costura quando foi comprar roupas.

Charlie – O rapaz que deu o fora em Alice por causa da pequena dos laticínios.

Dr. Crippen – Personagem citado por George a Poirot. Segundo George, era um homenzinho de fala muito agradável, mas mesmo assim, fez picadinho da mulher.

Duque de Devize – Personagem que, segundo George, o filho mais moço roubava em Eton e causou grandes angustias em várias ocasiões. Teve muitos problemas com a policia e o pai o despachou para a Austrália.

Edward Frampton – O homem para quem George trabalhou antes de ser contratado por Poirot. Falecido.

Ellen ou Helen – Empregada de Miss Viner. Gostava de andar com saias indecentes, meias de seda que brilham para todo lado cheias de buracos e sapatos ridículos. Por isso era repreendida pela patroa que dizia que ela devia se mirar em Miss Grey. Fazia batatas douradas bem decentes e um pudim bem gostoso.

George – Criado de Poirot (primeira vez em que aparece nos livros). Intensamente inglês, conhecedor da aristocracia inglesa, esnobe. Sempre tinha história de algúem da sociedade para contar a Poirot, o qual estava muito satisfeito com o criado por ele ser muito eficiente. Um indivíduo totalmente destituído de expressão facial. Aceitou ser criado de Poirot depois que viu nas Notícias sociais que ele havia sido recebido no Palácio de Buckingham e Sua Majestade havia se mostrado graciosa e amável, tendo as habilidades de Poirot na mais alta conta.

Hercule Poirot – O grande detetive belga. Baixinho, cabeça de ovo e enormes bigodes bem cuidados. Viajava no Trem Azul. Conversou com Miss Grey durante a viagem e depois, durante a investigação, ficaram amigos.

Hipolyte Flavelle – Criado do Comte de la Roche. De cara inexpressiva, mas o seu comportamento era correto. Muito atencioso e discreto.

Johnnie – Filho mais moço do casal Harrison. Tinha problemas com as amígdalas.

Katherine Grey – Uma moça tranqüila, de belos olhos cinza, com uma espécie de serenidade feliz que nada conseguia abalar e dotada de um senso de humor, tinha o dom de manter sob o seu controle senhoras idosas, cachorros e meninos pequenos. Morava em St Mary Mead. Uma pessoa boa, calma e equilibrada. O que mais chamava a atenção nos homens eram os olhos cinza. Dotada de paciência, sabia ouvir as pessoas que sempre a procuravam para falar dos seus problemas, fazer confidências e pedir conselhos. O pai perdera quase todo o dinheiro e ela se viu forçada a trabalhar para se sustentar desde jovem. Com vinte e três anos passou a ser dama de companhia da velha Mrs. Hafield e cuidou dela durante dez anos. Depois da morte da velha, recebeu uma herança, se tornou rica e saiu de St. Mary Mead. Foi para Londres e depois para a França. Viajava no Trem Azul quando Ruth Kettering foi assassinada. Chegou a conversar com ela e foi uma das principais testemunhas na investigação do crime. Ficou dividida entre o amor de Derek e Knigton.

Kitty Didd – Garota esperta que trabalhou no teatro. Cantava, dançava e apresentava números masculinos. Excelente atriz em qualquer papel de composição. Depois sumiu de vez. Foi para a França viver com um tipo metido a nobre.

Lenox Tamplin – Filha de Lady Tamplin. Rosto moreno, sem beleza, desajeitada, a Honorável Lenox Tamplin era um espinho na carne da mãe. A menina não tinha o menor tato, não sabia se vestir bem, parecia ser mais velha do que era, dotada de um humor inconveniente e um modo grosseiro de dizer as coisas. Ficou amiga de Miss Grey e se apaixonou por Poirot.

Lord Leconbury – Pai de Derek Kettering.

M. Carrège – Magistrado. Homem de maneiras agradáveis, nariz longo e usando um pincenê.

M. Caux – Comissário de Polícia. Homem de aspecto pomposo de aparência oficial.

M. Papopolous – Grego. Figura imponente e tinha qualquer coisa de venerável e patriarcal. Uma testa alta e recurvada e uma bela barba branca e olhinhos escuros. Suas maneiras tinham algo de eclesiástico e benigno. Receptor e falsificador de jóias preciosas. Era conhecido na maioria das cortes européias e muitos reis chamavam-no amigavelmente de Demetrius. Tinha reputação de ser da mais requintada discrição e isso, bem como a nobreza de seu aspecto, o haviam auxiliado grandemente quando realizou varias transações mais do que duvidosas.

M. Le Marquis – Um ladrão. Homem de cabelos brancos ou era peruca. Usava máscara. Planejava roubar os rubis do americano. Contratou dois Apaches, mas a tentativa fracassou.

Marcelle – Manequim que desfilou para Katherine no estabelecimento de alta costura quando foi comprar roupas.

Marie Flavelle – Esposa de Hipolyte e criada da casa do conde.

Mary – Mãe de Miss Viner. Segundo ela, a mãe era bem esperta e escondeu as jóias, apesar de o marido, pai de Miss Viner, mandar guardar no cofre e quando os ladrões invadiram a casa abriram o cofre, levaram a caixa, mas as jóias não estavam lá.

Mary Anne Hafield / Mrs. Samuel Hafield – Prima de Mrs. Hafield. Morava em St.Mary Mead. Uma mulher excepcionalmente peçonhenta quis contestar o testamento para ficar com o dinheiro da velha. Mandou uma carta para Katherine, dizendo que sabia de todos os cuidados que ela teve com a doente, agradecendo, mas, a velha já não tinha as faculdades mentais boas e o testamento era inválido. Porém não conseguiu seu intento.

Mary Fox – Citado por George, contando que a filha dela trapaceava de maneira chocante em casa de comércio.

Mr. Charles Evans / Chubby – Quarto e atual marido de Lady Tamplin. Um rapaz claro de vinte e sete anos. Extremamente bonitão, de modos agradabilíssimos, tinha uma grande paixão pelos esportes, apreciador de todos os bens deste mundo. Não tinha de seu nem um tostão.

Mr. Joseph Aarons – Homem comilão, gostava de bife feito com uma boa carne, torta de maçã com creme. Conhecia todas as pessoas que trabalhavam em teatro, do passado, presenteou futuro. Conhecido como Joe Aarons, foi procurado por Poirot para saber a respeito de uma jovem. Almoçaram juntos.

Mrs. Emma / Jane Hafield (O Mistério do Trem Azul) – Velha doente, de temperamento difícil, nenhuma dama de companhia conseguia demorar muito tempo com ela ate chegar Katherine Grey que teve muito cuidado, carinho e paciência e por dez anos a mais perfeita paz havia reinado na casa. Quando morreu deixou sua herança para Katherine.

Mirelle – Francesa, mas vivia em Londres. Dançarina do Parthenon, amante de Derek, o chamava de Derrrek. Era uma mulher muito bem-feita de corpo. Rosto belo e oval um pouco macilento, de encanto bizarro, mãos longas e pálidas e olhos negros. Gostava de jóias caras e de homens ricos que as lhe dessem de presente. Fria, calculista, vingativa e chantagista, era capaz de qualquer coisa para obter seus interesses Um luxo para homens ricos.

Miss Viner – Uma mulher simples, franca, amiga da velha Sra. Hafield. Era mais velha dois anos. Foram colegas de escola. Só pensava no sucesso em sobreviver à amiga falecida. Katherine foi despedir-se dela antes de ir embora de St Mary Mead. Mais tarde descobriu que estava com câncer e quando Katherine voltou para St Mary Mead ficou em sua casa e dedicou- se a cuidar dela.

Olga Demiroff – Moça com rosto de traços largos e mongólicos. Amiga e parceira nos negócios de Boris Ivanovitch. Eles venderam os rubis com o Coração de Fogo para o americano.

Pavett – Criado de Derek Kettering.

Pierre Michel – Condutor do trem. Um homem moreno de rosto melancólico e bigodes pendurados.

Polly Harrison – Esposa do médico. Faladeira difícil de parar quando começava a falar de um assunto que a excitasse. Foi fazer uma visita a Katherine e incentivá-la a comprar roupas bonitas e viajar.

Richard Knington – Major. Secretário, há dois meses, de Van Aldin que o conheceu em uma estação de esportes na Suíça. Andar manquejante, atribuído à sua participação na guerra. Muito eficiente, rápido, imaginativo, além de um incontestável charme em sua maneira de ser.

Rosalie Tamplin – Prima distante de Katherine Grey. Morava na França. Uma senhora de cabelos dourados e olhos azuis e compleição rosa e branca (só os olhos azuis eram dádivas da natureza). Tinha quarenta e quatro anos, mas ainda podia ser classificada como uma beleza. Era figura conhecida na Riviera e suas festas na Villa Marguerite eram célebres. Mulher de considerável experiência, tendo tido quatro maridos. O primeiro não passara de um deslize. Morreu e ela casou-se com um rico fabricante de botões que também morreu. Depois veio o Visconde de Templin que a colocou nos altiplanos onde ela sempre sonhara caminhar. Casou-se pela quarta vez mas reteve o título de Lady Tamplin. Interesseira, quando soube pelos jornais que a prima havia ficado rica, pensou logo em tirar proveito da situação e convidou-a para sua casa e se ofereceu para apresentá-la à sociedade.

Rufus Van Aldin – Milionário americano. Um homem grande, de ombros largos e olhar agudo.Tinha uma férrea força de vontade para conseguir o que queria. Raramente expressava censura ou aplauso aos funcionários. Extremamente dedicado à filha por quem tinha um grande afeto e cuidado.

Ruth Kettering – Filha de Rufus Van Aldin. Tinha vinte e oito anos. Sem ser bela ou mesmo sequer bonitinha, ela era atraente por causa do seu colorido Houve um tempo em que seu pai a chamava de Cenoura ou Gengibre por causa dos cabelos cor de cobre dourado. Os olhos eram escuros e tinha pestanas artificialmente negras. Era alta e esguia, movia-se bem. Num relance, era uma madona de Rafael. Olhando com mais cuidado, percebia-se que era parecida com o pai. Tinha a mesma linha de mandíbula e queixo, que revelava a mesma dureza e resolução. Voluntariosa, desde a infância era acostumada a ter todas as suas vontades satisfeitas e jamais cedia. Ganhou do pai O coração de Fogo. Era casada, mas estava querendo se divorciar, no que o pai a estava ajudando. Tinha voltado a se encontrar com um homem por quem tinha sido apaixonada e o pai tinha impedido que se casasse, por saber do caráter do Comte de La Roche. Foi assassinada no trem Azul quando ia para a Riviera.

Sr. Gobby – Um homem pequeno, idoso, vestia-se modestamente e não olhava no rosto do interlocutor. Foi contratado por Van Aldin para descobrir tudo sobre Derek Kettering.

Tommy Saunders – Menino do coro da igreja de St. Mary Mead. Queria participar do piquenique dos meninos do coro, mas Miss Viner, não queria dar dinheiro porque ele não tinha cantado direito no domingo.

Virginie – Manequim que desfilou para Katherine no estabelecimento de alta costura quando foi comprar roupas. Foi quem desfilou com o vestido de noite soupir d’automne.

Visconde Tamplin – Terceiro marido de Lady Tamplin. O Lorde Tamplin a colocou nas esferas onde sempre sonhou e do qual ela reteve o título.

Zia – Filha de M. Papopolous, tinha trinta e três anos. Era uma bela jovem, de proporções imponentes, com olhos escuros e brilhantes. Morava com o pai e estava a par dos seus trabalhos. Costumava espionar as visitas que seu pai recebia olhando pelo buraco da fechadura, depois apresentava ao pai as suas impressões.

Cansados da rotina, dois jovens decidem fundar uma empresa nada convencional, especializada em investigações, a Jovens Aventureiros Ltda. O primeiro caso era um desafio que intrigava a Scotland Yard: uma jovem americana desaparecera, levando com ela documentos secretos que poderiam comprometer o governo inglês. Mas Thomas Beresford e Prudence Cowley — ou simplesmente Tommy e Tuppence — não são os únicos interessados em descobrir o paradeiro desses papéis. A mesma busca é empreendida por um homem misterioso e perigoso, conhecido como Sr. Brown, um mestre na arte do disfarce, que pode aparecer do nada e desaparecer em seguida sem deixar qualquer rastro.


Personagens

A. Carter – Homem alto, com uma chupada cara de falcão e aspecto cansado. Respondeu a um anúncio de jornal colocado por Tommy e Tuppence.

Albert – Garoto encarregado do elevador, no complexo de apartamentos de Rita Vandemeyer. Interessado em histórias policiais.

Amos Finn – Pobre mestre-escola rural do Oeste dos EUA, pai de Jane Finn.

Annete – Criada do Quartel general de Mr Brown. Era uma bela jovem, seu cabelo era de um castanho opulento, com bruscos reflexos de ouro. O rosto era de um róseo silvestre. Os olhos, bem separados, eram castanhos, de um castanho dourado que recordavam raios de Sol. Falava francês fluentemente, e inglês de forma bem rústica.

Annie – Garota elegante e com um bonito sorriso, mas possuí um gênio forte. Criada de Rita Vandemeyer, vive falando mal da patroa, e que a polícia viria buscá-la um dia. Demite-se do Emprego.

Boris Ivanovitch / Conde Stepanov – Homem que acompanhava Whittington no Lyons. Era louro, com um rosto magro e antipático, provavelmente de nacionalidade russa ou polaca. Tinha no mínimo cinqüenta anos, encolhia um pouco os ombros ao falar e os seus olhinhos astutos estavam sempre em movimento. Costumava visitar Mrs Vandemeyer, onde era recebido como Conde Stepanov.

Clymes – Homem que deveria desaparecer, cujo tarefa de fazê-lo foi designada ao Quatorze.

Conrad – Porteiro do Quartel general de Mr. Brown, um homem com cabeça oval raspada e cara de rufia, parecia não conhecer todos do bando.

Danvers – Passageiro do Lusitânia que carregava papéis importantíssimos consigo.

Dr. Adams – Dono de Astley Priors. Não clinicava há algum tempo, cuidando de somente alguns doentes particulares, era também um cientista. Popular na região onde morava.

Dr. Roylance – Médico amigo de Sir James Peel Edgerton, responsável por cuidar de Jane Finn.

Dr. Hall – Homenzinho de barba negra e óculos de aros de ouro. Com senso de humor apurado. Passava a imagem de um homem decente, era dono de um sanatório.

Edith – Enfermeira do Sanatório do Dr Hall, Era sobrinha de Mr. Whittington.

Edward Whittington – Homenzarrão de barba raspada e com uma cara enorme, tinha olhinhos miúdos, manhosos e astutos que evitavam olhar diretamente o interlocutor. Aparentava prosperidade. Dono da Companhia de Artigos de Vidro Estónia.

Flossie – Mulher citada na conversa de Boris e Whittington no Lyons, descrita como uma maravilha. “Um arcebispo juraria que ela era a sua própria mãe. Ela fala sempre com acerto e isso na realidade é o principal”, Disse Whittington sobre ela. Ela só deveria ser convocada em caso de emergência.

Gladys Mary
– Figurava na lista de mulheres que deviam ser visitadas, como possíveis Ritas, elaborada por Tommy e Tuppence.

Henry – Rapazinho de recados e pequenos serviços do Ritz, era chamado com esse nome por Tommy e Tuppence, apesar de este não ser seu nome verdadeiro.

Inspetor Japp – Citado brevemente no livro, como o Inspetor da Scotland Yard que iria entrevistar Mr. Julius P. Hersheimmer.

James Peel Edgerton – Amigo de Rita Vandemeyer. O advogado mais famoso da Inglaterra, com grande conhecimento em Criminologia. Sua eloqüência tem salvado muita gente da forca. Mesmo sendo de estatura pouco acima de mediana, dava a impressão de um homem bastante alto. No rosto barbeado e estranhamente móvel estampava-se uma expressão de poder e força muito acima do comum. O magnetismo parecia irradiar-se dele.

Kramenin – Também conhecido como Número um no bando de Mr. Brown, era descrito como o homem que há por trás do Bolchevismo na Rússia e que acabava de chegar a Londres mais ou menos na qualidade de enviado extra-oficial.

Jane Finn / Jane Hersheimmer – mãe da Jane Finn, previamente citada, tia de Julius P. Hersheimmer se casou com Amos Finn e perdeu o contato com o irmão e o sobrinho.

Jane Finn – Jovem americana, patriota. Citada em uma conversa ouvida por Tommy, cujo nome é usado por Tuppence em uma entrevista com Edward Whittington.

Mabel Lewis – Mulher citada em uma conversa ouvida por Tommy e Tuppence, enquanto comiam no Lyons.

Marguerite Vandemeyer – Também conhecida como Rita Vandermeyer, uma das mulheres que deviam ser vistadas por Tommy e Tuppence, morava na South Audley Mansions. De uma beleza áspera e grosseira, devido a idade. Na mocidade fora com certeza deslumbrante. Os cabelos de ouro pálido desciam-lhe em caracóis até ao pescoço; os olhos, de um penetrante azul, pareciam possuir a faculdade de perfurar a alma da pessoa que fitavam. E, apesar da sua graça embaladora, da beleza quase etérea do seu rosto, sentia-se instintivamente a presença de algo inflexível e ameaçador. Ela inspirava medo a todos ao seu redor.

Marjorie – Figurava na lista de mulheres que deviam ser visitadas, como possíveis Ritas, elaborada por Tommy e Tuppence.

Miss Wheler – Uma dama de companhia, que residia na Clapington Road, Battersea. Figurava na lista de mulheres que deviam ser visitadas, como possíveis Ritas, elaborada por Tommy e Tuppence.

Monsieur Grieber – Secretário de Mr Kramenin.

Mr. Brown Secretário de Mr Whittington na Companhia de Artigos de Vidro Estónia, um tipo muito comum. Mais tarde descobre-se que ele é o Inimigo Secreto, líder de uma organização bolchevista que pretende causar uma nova guerra entre Inglaterra e Alemanha, ao publicar papéis que revelam um tratado comprometedor, que deveriam ter sido destruído na primeira guerra mundial.

Mr. Julius P. Hersheimmer – Homem de 35 anos, aproximadamente. Era de altura mediana e construção quadrada para combinar com o queixo. Tinha um rosto belicoso, mas simpático. Americano, embora falasse com pouco sotaque. Bastante rico, devido a uma herança recebida após a morte de seu pai. Dinâmico e prestativo. Primo de Jane Finn, que procurava por ela. Tornou-se amigo de Tommy e Tuppence.

Mr Potter – Homem citado pela conferência do Bando de Mr Brown, como intermediário para a obtenção de dinheiro.

Mrs. Eleanor Jane Edgar Keith – Moradora da casa chamada Laurels, estava na lista de mulheres que deviam ser visitadas, como possíveis Ritas,, elaborada por Tommy e Tuppence.

Mrs. Sweeny – Uma senhora asseada, com ares de pessoa rica. Guardava a chave de Moat House, para possíveis interessados.

Peter B. Rysdale – O rei do Petróleo e patrão de Tuppence, numa história inventada por ela para Albert.

Prudence Cooper – Identidade assumida por Tuppence para trabalhar como criada na casa de Mrs Vandemeyer.

Quatorze – Conhecido por essa alcunha no bando de Mr. Brown, era um homem com a testa saliente, o queixo de criminoso, com uma fisionomia bestial. Não havia dúvidas de que pertencia à escória da sociedade.

Rita – Pessoa citada na conversa de Whittington e Tuppence, acusada de ter falado o que não devia.

Tommy / Thomas Beresford – Rapaz com uma grande cabeleira ruiva alisada para trás de uma forma esquisita. Rosto de uma simpática feiúra, com feições bizarras, mas que revelavam um cavalheiro e um desportista. Geralmente usava roupas surradas. Divertido, inteligente, protetor, de um bom senso característico e companheiro fiel. Era um desses jovens ingleses que não se distinguem por nenhum talento especial, mas que brilham quando se encontram em situação perigosa. Havia sido um tenente, porém fora dispensado no pós-guerra, e após longa procura por emprego sem sucesso, decide criar junto com Tuppence a Jovens Aventureiros Ltda.

Tuppence / Prudence Cowley (O Inimigo Secreto) – Não era bela, mas o seu pequenino rosto de garoto possuía individualidade e encanto, com um queixo largo e voluntarioso, olhos cinzentos e bem separados um do outro, sob negras e retas sobrancelhas. Tinha tornozelos delicados e se esforçava para se vestir de forma elegante. Intuitiva, independente, inteligente, esperta e com um senso de aventura apurado. Dava-se bem com as crianças, um vínculo de simpatia sempre era criado entre eles. Era a quinta filha do arcediago Cowley, de Little Missendell, Suffolk. Saiu de casa para trabalhar em um Hospital para Oficiais, após um ano deixa o emprego. Passa por diversos trabalhos, porém sem êxito. Encontra-se com Tommy e funda a Jovens Aventureiros Ltda.

Westway – Um dos membros do bando de Mr Brown. É um homem envolvido com a área trabalhista inglesa, parece ser bastante moderado.

William Beresford – Tio de Tommy, homem influente. Conhecido como Urso Velho.